terça-feira , 19 setembro 2017
Home / Destaque / Começam inscrições para o processo seletivo do Proinq

Começam inscrições para o processo seletivo do Proinq

Postado em: 15/08/2017

Estão abertas, até o dia 21 de agosto, as inscrições para o Programa de Inclusão Quilombola (Proinq) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). São oferecidas 100 vagas distribuídas nos Câmpus de Cuiabá, Araguaia, Rondonópolis e Várzea Grande. Para melhor visibilidade do processo seletivo, a Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Prae) está mobilizada na divulgação do Proinq entre as escolas que atendem as comunidades quilombolas, por meio de visitas às escolas nas regiões.

Conforme a representante do Coletivo Negro Universitário e estudante do terceiro semestre de Serviço Social, Paula Eduarda Soares da Silva, o edital sintetiza um passo nos avanços em prol da pluralidade na Universidade. “Abrir as portas da Instituição para outras diversidades traz benefícios, como diferentes visões de mundo, seguindo para além da visibilidade e empoderamento que iniciativas como essas trazem. A divulgação é realizada com materiais informativos, como cartazes e folders afixados nas escolas quilombolas e em diálogo com os diretores das escolas”, pontua a discente.

O vice-coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (Nepre) e professor do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), Sérgio Pereira dos Santos, o Proinq representa uma conquista benéfica para todos. “A Universidade só tem a ganhar com a implementação do Proinq. A luta agora prossegue no sentido de assegurar a permanência, e que a vivência universitária dos quilombolas que ingressarem seja frutífera e plena. A UFMT ocupa o protagonismo nesse processo de políticas afirmativas”, observa o professor.

Para o representante da comunidade Capão de Negro, no município de Várzea Grande, Elizeu da Silva, conhecido como “Xumxum”, o Proinq simboliza uma conquista coletiva, no sentido de conferir mais valorização, afirmação e autoestima aos quilombolas. “A luta para o reconhecimento das causas quilombolas é de longa data e abrange todo o território nacional. O ensino superior confere uma oportunidade de serem protagonistas, principalmente os jovens, pela inserção no mercado de trabalho. Portanto, felicito e agradeço a administração superior da UFMT por esse empenho”, conclui.

Confira a íntegra do edital: http://www.ufmt.br/ufmt/site/userfiles/editais/3c0a297b72325ab7ff27b1f9958f1ab6.pdf

Com Assessoria

Comente o que você achou da postagem

Veja Também

Com apoio da sociedade, Policiais Militares de Barra do Bugres recuperam dois carros furtados

Postado em: 18/09/2017 Muitos veículos, sejam furtados ou roubados, dos mais diversos municípios, já foram ...

Justiça suspende leilão da fazenda do Grupo JPupin

Postado em: 18/09/2017 A medida veio como antecipação de tutela dos efeitos do deferimento da ...