sábado , 21 outubro 2017
Home / Destaque / Mais uma pessoa é presa usando documento falso para transferência de veículo

Mais uma pessoa é presa usando documento falso para transferência de veículo

Postado em: 28/08/2017

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) prendeu, na tarde desta segunda-feira (28.08), mais uma pessoa que tentava fazer a transferência de veículo utilizando documento falso na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O suspeito R.T.C.,47, estava com Certificado de Registro de Veículo (CRV) com selos de reconhecimento de firma falsos. Na sexta-feira (25), outro homem foi preso com o documento com as mesmas características de falsificação.

A prisão aconteceu após o suspeito se apresentar na unidade setorial de correição do Detran para pedir a conclusão de transferência de propriedade de veículo. O automóvel seria transferido do nome do pai, já falecido para o nome da filha. O documento chamou atenção dos policiais, uma vez que o reconhecimento de firma foi registrado no dia 14 de julho, um dia antes da morte do falecido e o selo da filha com data de 18 de julho.

Em consulta, foi constatado que o selo do vendedor do veículo (falecido) era falso, sendo o original emitido em 21 de maio de 2014. O selo da filha também era falso, sendo o original emitido em 10 de novembro de 2016, para outra pessoa.

Questionado sobre os fatos, o suspeito alegou que já havia recebido os documentos preenchidos, porém após ser demonstrado que as datas não batiam, ele confessou iniciou o procedimento no Ciretran de Várzea Grande e que percebeu que não conseguiria fazer o procedimento sem ser por meio de inventário judicial.

Na versão do investigado, em seguida, ele foi abordado por um rapaz que disse que faria os reconhecimentos de firma, mas cobraria o valor de R$ 100, sendo realizado o acordo e entrega dos documento no mesmo dia. O acusado disse que não possui contato com o falsificado e que não saberia identificá-lo.

Diante da situação, o suspeito foi conduzido a DERRFVA, onde foi autuado em flagrante pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira por uso de documento falso.

Comente o que você achou da postagem