terça-feira , 12 dezembro 2017
Home / Saúde / Secretaria de Saúde realiza curso de sapataria no Cermac

Secretaria de Saúde realiza curso de sapataria no Cermac

Postado em: 02/12/2017

Um curso de sapataria especial vai capacitar técnicos da área da saúde em adaptação de palmilhas e calçados para pessoas que tiveram deformidades dos pés por causa da hanseníase. A capacitação é promovida pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e conta com o apoio da Fundhans/Dahw, entidade internacional que desenvolve no Brasil ações de prevenção e controle da hanseníase no Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Maranhão. A atividade conta com o apoio também da associação filantrópica Kobra, com fundadores na Alemanha, e sede em Rondonópolis.

A coordenação estadual de Hanseníase enviou aos interessados a ficha de inscrição. O curso vai acontecer no período de 5 a 7 de dezembro, no Cermac (Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e em Dermatologia) e que é a área da SES/MT responsável pelo atendimento de pacientes com hanseníase, sendo referência estadual no tratamento da doença.

O curso é aberto para 15 profissionais que receberão conhecimentos teóricos e práticos. Nas aulas teóricas, irão conhecer aspectos gerais da hanseníase, anatomia e fisiologia do pé, adaptações de calçados e palmilhas e autocuidado em hanseníase. Ao final do curso, os participantes com 75% de assiduidade vão receber certificado.

A coordenação do curso informa que o objetivo é promover a reestruturação desse serviço nos municípios e garantir uma qualidade de vida melhor para esses pacientes. “No caso de uma úlcera plantar, às vezes uma palmilha simples vai contribuir para restabelecer as lesões causadas pela doença”, enfatizou Cícero Fraga de Melo, técnico do Coapre (Coordenadoria de Atenções Programáticas e Estratégicas da SES/MT).

“Após o curso, a coordenação vai orientar os municípios a fazer um levantamento de quais os materiais e equipamentos que ainda possuem para que seja possível conhecer a real situação de cada município. Com base nessas informações é que se poderá planejar a aquisição do que for necessário para a retomada desse serviço”, informou Cícero de Melo.

Essa reestruturação de sapatarias é uma das metas previstas no Plano Estadual de Enfrentamento da Hanseníase, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Saúde. O combate à hanseníase é uma prioridade do governo do Estado.

“Essa é uma primeira etapa; em 2018 deverá haver outra capacitação para atender a um número maior de municípios. Nessa primeira etapa, o maior número de vagas foi destinado ao Cermac, que é a referência estadual em tratamento da doença, e que atualmente tem somente um profissional que desenvolve essa atividade”, explicou o coordenador do curso.

As demais vagas foram destinadas para os municípios de Querência, Porto Alegre do Norte, Barra do Garças, Várzea Grande e para o Cridac (Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa), em Cuiabá. Em todo o Estado existem somente oito sapatarias públicas especiais em funcionamento.

Comente o que você achou da postagem